top of page

Rendas das casas em Portugal subiram 4,3% em abril



Casas para arrendar ficaram mais caras em todas as regiões do país em abril. E a subida "mais intensa" foi na Madeira, diz INE.


Portugal depara-se com uma escassa oferta de casas para arrendar, uma realidade que motivou o Governo a desenhar uma série de medidas no Mais Habitação para colocar mais habitação no mercado. Isto porque a falta de oferta para a alta procura continua a alimentar a escalada dos preços das casas para arrendar em Portugal.


Os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) publicados esta quinta-feira revelam que as rendas das habitações ficaram 4,3% mais caras em abril de 2023 face ao período homólogo.


“A variação homóloga das rendas de habitação por metro quadrado foi 4,3% em abril de 2023 (4,2% no mês anterior)”, indica o INE no boletim publicado esta quinta-feira, dia 11 de maio.


E esta é uma realidade visível em todo o país, já que todas as regiões apresentaram variações homólogas positivas das rendas das habitações. O destaque foi mesmo para a Região Autónoma da Madeira, já que registou o aumento das rendas das casas “mais intenso” (4,9%).


Face ao mês anterior, o valor médio das rendas de habitação por metro quadrado subiu 0,4% (0,5% no mês anterior). “A região com a variação mensal positiva mais elevada foi o Norte (0,5%), não se tendo observado qualquer região com variação negativa do respetivo valor médio das rendas de habitação”, destaca o instituto.

Leia a matéria na íntegra aqui.


Fonte: Idealista






コメント


bottom of page