top of page

Crédito Habitação Jovem


O que é o crédito habitação jovem?


Explicando de forma simples, é um apoio de financiamento do banco que ajuda os jovens entre os 18 e os 35 anos a adquirir um imóvel.

Hoje em dia é cada vez mais difícil para os jovens adquirir casa própria. Os preços das casas têm sido elevados, e os salários muitas vezes não acompanham estes valores, tornando desafiante para os mais novos dar um passo em direção à independência.

O crédito habitação jovem ajuda então os jovens adultos a contornar esta situação. Mas como funciona?


Para pedir um crédito habitação jovem existem alguns requisitos que deve cumprir, incluindo:

  • Entrada inicial: quanto mais elevado for o valor que está disposto a pagar para a entrada da casa, maior é a probabilidade de ter o crédito habitação aprovado. Deve ter o suficiente para pagar 10% do total da casa sendo que, caso tenha possibilidades de pagar mais, encorajamos a que o faça para aumentar a sua segurança;

  • Taxa de esforço: deve ter uma taxa de esforço baixa. O que é que isto significa? Significa que o crédito habitação não deve ultrapassar mais de 40% dos seus rendimentos;

  • Trabalho seguro: é importante que esteja numa situação estável a nível profissional. Desta forma, o banco terá mais confiança em si para que possa realizar o empréstimo;

  • Financeiramente estável: tal como o ponto anterior já indica, o seu salário e condições financeiras vão também ter um impacto na forma como é visto pelo banco e na decisão do banco o ajudar ou não;

  • Fiador: alguns bancos poderão pedir que escolha um fiador como forma de garantia de que a dívida será paga em caso de incumprimento.


Quando pede o crédito habitação, deve selecionar uma taxa. A taxa pode ser fixa ou variável. Vamos explicar as diferenças entre ambas:

Taxa fixa: neste caso existe uma taxa de juro contínua e a prestação é a mesma até o contrato chegar ao fim. A subida ou descida da taxa de juro não afeta quem decidir optar por este tipo de taxa. O período de taxa fixa pode ir de um ano a trinta anos, dependendo do banco e das suas condições.

Taxa variável: neste caso os juros são revistos a cada três meses, seis meses ou um ano, dependendo do índice de referência europeu escolhido. Nesta opção de taxa, quando os juros estão mais baixos, a pessoa beneficia dessa descida. Já quando os juros sobem, a prestação da casa também mostra essa subida. A taxa variável é para já a mais acessível e a que permite poupar mais dinheiro.


Para pedir um crédito habitação jovem, existem alguns documentos necessários que deve ter consigo, sendo eles:

  • Documento de identificação;

  • Cartão de contribuinte (ou cartão do cidadão);

  • Os seus três recibos de vencimento mais recentes;

  • Declaração que comprove a entidade para quem trabalha;

  • Extrato bancário dos últimos meses (confirme com o banco quantos meses são);

  • Declaração do IRS.

Com estes documentos, o seu banco poderá então analisar a sua situação para perceber se existem condições para o crédito habitação ser aprovado, ou não.


Lei o artigo na íntegra aqui!


Fonte: Imovirtual

Commentaires


bottom of page